Número alarmante: cerca de 60% das empregadas domésticas foram demitidas

A situação das empregadas domésticas estava melhorando no Brasil até o desemprego em massa da pandemia

A pandemia foi um dos momentos mais difíceis do século para as trabalhadoras brasileiras.

Uma nova pesquisa divulgada nos últimos dias pela empresa de pesquisa Plano CDE, para a marca de produtos Veja, revela que cerca de 60% das trabalhadoras foram demitidas nesses últimos 2 anos.

Dentre todas as áreas, o emprego doméstico ocupou uma das primeiras posições no quesito demissão.

Além disso, muitos empregadores aproveitaram a situação para atribuir novas tarefas às empregadas domésticas ou reduzirem o salário, e a falta de conhecimento da legislação por parte das funcionárias fez com que esse tipo de conduta se tornasse comum.

Entretanto, o que a maioria dos contratantes e empregadas domésticas não sabe é que é possível cumprir os direitos da classe e diminuir os custos com a contratação – tudo conforme a lei.

O auxílio governamental foi uma opção ao desemprego

Uma grande parte das trabalhadoras que ficaram sem emprego durante a pandemia recorreram ao auxílio do governo federal.

A ajuda foi de R$ 600 e atingiu cerca de 70 milhões de brasileiros. Entretanto, o programa chegou ao fim em outubro de 2021 (com seu último pagamento).

Atualmente, o governo segue apenas com os repasses do Auxílio Brasil, que atende aproximadamente 18 milhões de brasileiros.

Jornada Parcial: redução de custos e direitos cumpridos

A jornada parcial doméstica foi pensada para aliviar os custos do empregador e flexibilizar o modelo de contratação da empregada doméstica.

Na jornada de trabalho parcial, o empregador pode ajustar os horários de serviço da doméstica segundo suas necessidades. Afinal, nem todos precisam de uma assistência doméstica por 44 horas semanais (jornada integral).

Nesse regime, a jornada é limitada a 25 horas semanais.

Em questão de elaboração do contrato de trabalho, a trabalhadora doméstica parcial tem os mesmos direitos que a doméstica que cumpre a jornada integral.

Ou seja, todos os direitos trabalhistas são garantidos, como o registro em CTPS, férias, 13º salário, entre outros. Mas, ao contrário da jornada integral, o salário é proporcional.

Acesse: Jornada Parcial Doméstica – Guia Completo.

A situação social das diaristas brasileiras

Mesmo depois da PEC da doméstica, assinada pela então presidente Dilma Rousseff, a situação das trabalhadoras não melhorou significativamente no Brasil.

Vinha caminhando vagarosamente e, com a pandemia do novo coronavírus, a situação voltou a ficar precária.

Cerca de 75% das empregadas domésticas no Brasil prestam seus serviços na informalidade, sem direitos ou piso salarial mínimo.

Entretanto, contratar uma empregada doméstica não precisa ser difícil ou caro.

Como mostramos anteriormente, a jornada parcial é uma excelente opção para remunerar proporcionalmente e garantir que tudo esteja conforme a lei.

E quanto ao trabalho da contratação, não se preocupe: nada como uma equipe especializada para te ajudar nisso.

A importância da ajuda especializada no emprego doméstico

Contratar uma empregada doméstica pode ser bem complexo considerando a legislação extensa e o tipo de relação trabalhista.

Por isso, o mais seguro é que o empregador receba uma assessoria completa sobre como contratar uma empregada doméstica.

Luciana Hernandes, especialista em legislação do emprego doméstico e consultora Premium da iDoméstica, empresa que há mais de 10 anos ajuda empregadores domésticos com a burocracia do setor, comenta:

“A cada ano que passa as leis do emprego doméstico estão sendo mais fiscalizadas e acompanhadas pelos órgãos reguladores. O eSocial Doméstico e a própria Receita Federal estão rigorosos com os empregadores, que muitas vezes por deslizes acabam pagando multas e recebendo penalidades.”

E continua:

“O serviço especializado na legislação doméstica serve justamente para prevenir o empregador. É como contar com um contador ou um advogado. Eles cuidam da burocracia e evitam que o contratante tenha problemas de ordem jurídica e financeira por desconhecimento da matéria ou mesmo falta de tempo.”

Se você tem interesse em saber mais sobre o nosso trabalho e como podemos ajudar você a administrar e a cuidar da sua relação de emprego doméstico, você pode clicar no botão abaixo.

 

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer contribuir com o assunto?
Participe! Opine! Comente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.