Piso Regional RJ: Empregadas Domésticas estão sem aumento desde 2019

Terceiro ano sem reajuste no piso regional do estado do RJ o faz ser o menor do país
No último dia 12 de maio, a Comissão do Trabalho da Alerj realizou uma audiência pública para discutir a atitude do governador Cláudio Castro em demorar para enviar a proposta de reajuste do piso regional.

As empregadas domésticas do estado do Rio de Janeiro não recebem aumento desde 2019 e, por ser ano de eleição, o governador tem até junho para remeter a mensagem de lei para votação.

Mônica Francisco, presidente da comissão, disse que tenta o reajuste há meses, mas sem sucesso.
Segundo ela:

“Se o comércio não avança e não consegue vender é porque o trabalhador não tem dinheiro pra comprar. Para nós, o justo seria uma recomposição salarial de até R$ 200, ou seja, o piso ficaria em torno de R$ 1.400. Isso impacta quem não tá conseguindo comprar o gás e a comida. Isso impacta famílias inteiras”.

Em fevereiro ela protocolou na Alerj uma indicação que propunha reajuste de cerca de 21% – para cobrir a inflação dos três anos -, mas os representantes da Firjan e da Fecomércio alegaram que esse aumento poderia agravar a crise econômica local.

A proposta de novo piso já foi enviada à Casa Civil, segundo Miguel Felipe Silva (representante da Secretaria Estadual de Trabalho), e reitera que estudos da Setrab geraram três propostas: reajustes de 10,16%, 15,61% e 18,28%.

Acompanhe mais notícia sobre o Estado do Rio de Janeiro – RJ aqui

Piso Regional

São 5 estados brasileiros que aderem ao piso regional mínimo, e são: SP, RJ, PR, SC, RS.

O mínimo nacional, em 2022, está em R$1.212. Confira o mínimo para cada estado:

  • Paraná (PR): R$ 1.680,80;
  • Rio de Janeiro (RJ): R$ 1.238,11;
  • Rio Grande do Sul (RS): R$ 1.305,56;
  • Santa Catarina (SC): R$ 1.416,00;
  • São Paulo (SP): R$ 1.284,00.

Confira aqui: Salário Mínimo Empregada Doméstica 2022 – Tabela Vigente

0 respostas

Deixe seu comentário

Quer contribuir com o assunto?
Participe! Opine! Comente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.