Salário Doméstica RJ 2017

Salário Doméstica RJ 2017 – Governo sanciona piso regional

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão sancionou o novo piso regional. A publicação foi feita na última sexta-feira (11), no Diário Oficial do Estado. O salário da doméstica no Estado do RJ passa dos R$ 1052,34 para R$ 1136,53. 

Salário Doméstica RJ 2017

Os empregados domésticos do RJ passarão a receber no mínimo R$ 1136,53 a partir do próximo pagamento, com efeito retroativo ao mês de janeiro. O reajuste aplicado foi de 8%, definido pela Alerj durante votação. A proposta do governo era de 7,53% de rajuste.

Com o reajuste para R$ 1136,53, o aumento representa R$ 84,19 a mais no salário da doméstica que recebe o piso regional.  Confira aqui os valores vigentes para o RJ, desde 2001 >>

Os trabalhadores domésticos aguardavam a sanção do governador, desde fevereiro, quando a ALERJ aprovou o reajuste do piso no RJ, em meio à discussões e emendas.

Retroativo a  janeiro de 2017

Como o novo valor tem efeito retroativo a janeiro, o empregador doméstico precisa ficar atento ao pagamento da diferença de reajuste salarial. Esse valor é a diferença entre o valor pago atualmente e o novo valor do piso regional.

Considerando os valores mínimos, o empregador deverá acrescentar o valor de R$ 84,19 por mês retroagido, a título de diferença de reajuste salarial, e efetuar o pagamento na folha de Março/2017 (competência 03/2017), cujo vencimento será no próximo quinto dia útil de abril (06).

Somando os dois meses retroativos – janeiro e fevereiro/2017 – o empregador doméstico deverá pagar o valor de R$ 168,38 a mais na folha do mês de Março/2017, por conta do efeito retroativo estabelecido em lei.

Cliente iDoméstica

Os usuários do iDoméstica não precisam se preocupar com o reajuste do piso regional, nem com o lançamento da diferença do reajuste salarial. Domésticas cadastradas no sistema, que recebem  abaixo de R$ 1.136,53, terão seus salários reajustados automaticamente, assim como a diferença do reajuste salarial devidamente lançado na folha do mês Março/2017 (competência 03/2017).

 

 

Salário Doméstica RJ 2017 – Dúvidas frequentes

Separamos as dúvidas mais frequentes sobre salário de empregada doméstica no Rio de Janeiro. Confira:

1. Empregador doméstico é obrigado a fazer o reajuste?

O reajuste é obrigatório para domésticas que trabalham no estado do Rio de Janeiro cujo o valor pago atualmente é inferior a R$ 1.136,53.

Para empregadas que recebem acima do piso o reajuste se torna espontâneo, mas caso o empregador queira acompanhar o reajuste, recomenda-se aplicar o percentual de 8%, índice aprovado para o novo piso.

2. Porque o empregador doméstico tem de pagar a diferença de reajuste salarial?

De acordo com a lei, o reajuste tem efeito retroativo à janeiro. Por esse motivo, deve-se pagar a diferença entre os valores pagos até fevereiro e o valor do novo piso regional.

3. A doméstica foi demitida dentro do período retroativo, como proceder?

Se o empregador demitiu a doméstica em janeiro ou fevereiro, deverá fazer uma rescisão complementar para garantir o pagamento da diferença por conta do reajuste.

4. A doméstica teve férias durante o período retroativo, como proceder?

Neste caso, o empregador doméstico deverá pagar a diferença de reajuste salarial sobre férias, no holerite do mês 03/2017.

3. Posso pagar o salário mínimo (federal) para doméstica que trabalha no RJ?

Não. Os empregados domésticos do estado do Rio de Janeiro, assim como os que trabalham nos demais estados onde há o piso regional, deve-se seguir o piso de maior valor. Geralmente, o piso regional é o de maior valor.

5. Como fazer a anotação na carteira de trabalho?

É muito importante que o empregador mantenha a Carteira de Trabalho da doméstica sempre atualizada. Veja como anotar o reajuste de salário:

Na CTPS do empregado, procure a página “Alterações de Salário” e  faça a seguinte anotação:
Aumentado em 01/01/2017 Para R$ 1136,53
Na função de a mesma _________________
CBO __________ por motivo de alteração
do piso salarial estadual ____________
______________________________________
Assinatura do Empregador

Reajuste no eSocial

No eSocial o reajuste deve ser feito diretamente no cadastro do empregado editando os Dados Contratuais, no campo Remuneração Mensal. A data informada para inicio da alteração deve ser 01/01/2017. Lembrando que o eSocial registra todos os eventos de alterações no cadastro.

Como pagar o valor retroativo direto no eSocial?

Após alterar o valor do salário, o empregador deverá abrir a folha Março/2017 e lançar manualmente a verba de diferença de reajuste salarial, como mostra a imagem a seguir:

Como pagar salário retroativo no eSocial

Guia do eSocial (DAE) com apenas um clique

No iDoméstica você gera a Guia DAE (eSocial) com apenas um clique. Basta informar os dados de acesso do eSocial e solicitar a guia. Nós validamos os valores da remuneração e caso não tenha divergências, a guia fica disponível dentro do nosso aplicativo.

Gere a guia dentro do iDoméstica. Usando nosso aplicativo, você não precisará acessar o eSocial. Se você ainda não é cliente, teste grátis agora!

 

 

1 responder
  1. Adriana de Queiroz
    Adriana de Queiroz says:

    Com relação à pergunta 3 (rescisão antes do anúncio do reajuste do SM), para um funcionário demitido no mês de fevereiro, entendo que 1o exclui-se e a Rescisão/Demissão. Em seguida, faz-se a alteração contratual alterando-se o salário com data de 1/1/2018. Depois, apaga-se todos os valores da folha de fevereiro (salário, adiantamentos, diferença salarial, faltas, etc). Não fecha a folha. Inicia-se a demissão e nela insere-se o valor referente a faltas, adiantamento, diferença reajuste salarial retroativo. Gera-se no Termo de Rescisão. Agora, como descontar na Guia de pagamento gerada com esta “nova” rescisão os valores já pagos na rescisão realizada antes do reajuste salarial?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.