Veja o passo-a-passo de como fazer a transferência de titularidade no esocial

Transferência de Titularidade no eSocial – Como fazer?

Você pode utilizar a transferência de titularidade no eSocial quando acontece o falecimento do empregador ou simplesmente quando a empregada doméstica é demitida.

Na verdade, sempre que for necessário mudar o empregador responsável pela relação de emprego, será necessária também a mudança de titularidade no eSocial.

E é claro que, assim como todos os outros processos do emprego doméstico, a transferência de titularidade no eSocial possui um procedimento específico para que tudo se mantenha dentro da legalidade e da legislação.

Então, se você quer saber como fazer a transferência de titularidade no eSocial da maneira correta, continue lendo este artigo!

Quem deve fazer a transferência de titularidade no eSocial?

São dois os motivos mais comuns para que seja feita a transferência de titularidade no eSocial:

  • Falecimento do empregador;
  • Separação do casal de empregadores.

Em qualquer dos casos, a titularidade será transferida para aquela pessoa que deseja continuar a relação trabalhista com a doméstica.

Quem assumir essa responsabilidade deverá figurar como o contratante dos serviços, devendo fazer a alteração na Carteira de Trabalho Digital.

Então, não é preciso sequer demitir a empregada doméstica, o que faria com que o empregador precisasse pagar as verbas rescisórias.

Como fazer a transferência da titularidade no eSocial?

Antes de tudo, é necessário, claro, que o novo empregador doméstico possua cadastro no programa do eSocial.

Depois disso, é preciso cadastrar a empregada doméstica, sendo necessários os seguintes dados:

  • CPF;
  • Data de nascimento;
  • NIS (Número de Identificação Social);
  • Nacionalidade do empregado;
  • Raça;
  • Grau de instrução.

Agora, clique no botão “avançar” e preencha as informações referentes à relação de trabalho:

  • Dados da CTPS
  • Data da admissão;
  • Dia de opção pelo FGTS;
  • Número do telefone celular;
  • E-Mail válido.

Com esses simples passos, a transferência de titularidade estará finalizada.

A partir daí, o novo empregador deve apenas cuidar para que cumpra todas as obrigações legais dele esperadas.

Outro ponto que merece observação é que tudo deve estar completamente regularizado para que a transferência não gere problemas para o novo empregador.

Então, talvez seja interessante regularizar a empregada doméstica antes de qualquer ação.

Benefício da regularização da empregada doméstica

Muitos empregadores não consideram a possibilidade de ser condenado na Justiça do Trabalho, o que pode ser um erro.

O recurso trabalhista mais barato pode custar ao empregador cerca de R$ 10.000,00.

Então, o melhor caminho é sempre evitar qualquer chance de ser acionado na Justiça do Trabalho, ou as consequências podem ser realmente desastrosas.

Se você quiser entender como você pode regularizar a empregada doméstica o mais rápido possível, clique no botão abaixo!

_

4 respostas
  1. José Medeiros de Queiroz Filho
    José Medeiros de Queiroz Filho says:

    Bom dia, fiz tudo certinho na transferência de titularidade (separação judicial) Ocorre que não tenho como fazer a movimentação do trabalhador sem pagamento das verbas rescisórias( e não há nenhum código para essa movimentação) o que fez com que todos os meses venha a folha para ser preenchida gerando débitos para o antigo empregador, e tenho que zerar todos os meses a folha emitida. É assim mesmo? O antigo empregador vai ficar zerando as folhas até que haja a movimentação por demissão por parte da atual titular?? Não deveria haver um código de movimentação por ALTERAÇÃO DE TITULARIDADE?

    Responder
  2. Rosangela Barreto
    Rosangela Barreto says:

    Fiz a transferëncia de titularidade, porém as guias anteriores, aparecem com pendência de pagamento para meu CPF, como posso regularizar isso?

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.